segunda-feira, 11 de julho de 2011

A importância de contar historias para as crianças




  A Arte de Contar 


História para Crianças
 
   





    O objetivo primordial de todos os pais é ver as crianças interessadas em estudar. Porém não sabem eles que é a partir de um conto de historias que estão estimulando seus filhos a apreciar os estudos com mais interesse. É no contar histórias que podem estimular seus filhos a fantasiar e trazer de alguma forma esta história de sua realidade. Esta busca de literatura se faz em grandes livros infantis, escritos por grandes autores que trazem lindas com grandes morais e final, mas para que a criança possa fantasiar esta história,os pais devem saber como transmitir isto a criança.
Ao entrar no universo infantil, o adulto fascina a criança. Elas adoram ouvir histórias. Ficam na expectativa de saber se a princesa de cabelos dourados vai fugir da torre. Torcem pelos irmãos que enfrentam a bruxa malvada. Envolvem-se e encantam-se.
ler histórias para crianças é poder sorrir, rir, gargalhar com as situações vividas pelas personagens, é suscitar o imaginário, é ter curiosidade respondida em relação a tantas perguntas.
É ouvindo histórias que se pode sentir emoções importantes como a tristeza, o pavor a insegurança, a tranqüilidade e tantas outras mais.
A exposição à literatura de histórias no seio familiar durante os anos pré- escolares, leva muitas crianças ao sucesso escolar. As crianças que vivem num ambiente letrado desenvolvem um interesse lúdico com respeito às atividades de leitura e escrita, praticadas pelos adultos que a rodeiam. Esse interesse varia de acordo com a qualidade, freqüência e valor dessas atividades realizadas pelos adultos que convivem com as crianças. Se uma mãe ler para seus filhos textos interessantes e com boa qualidade, nota- se que estará transmitindo a eles informações variadas sobre a língua escrita e sobre o mundo. Isso é de suma importância para a criança, pois irá levá-Ia a interessar-se cada vez mais pela leitura das histórias ouvidas.
No mundo escolar, a leitura não mais se realizará como na família, devendo sofrer modificações que são vitais para o desenvolvimento da aprendizagem. Para poder transmitir à criança uma visão clara do que se está lendo, o professor deverá assumir algumas atitudes tais como:
·Visualizar o livro para criança, através da exposição das gravuras;
·ler de forma liberal, porém clara e agradável, atraindo a atenção da criança;
·Estar- se aberto para as perguntas das crianças, incentivando a troca de comentários sobre o texto lido.
A maior preocupação, no meio escolar, em contar histórias para as crianças é na escolha de livros que possam garantir o trabalho do professor e chamar a atenção das crianças. Para isso é necessário alguns princípios como:
·Qualidade de criação;
·Estrutura narrativa;
·Adequação às convenções do português escrito;
·Simplicidade do texto.
Isso garantirá, além de oportunizar o contato da criança com o uso real da escrita,levará a mesma a conhecer novas palavras,discutir alguns valores, levá-Ios a usar a imaginação, tornando-os criativos e capazes de pensar.
A leitura deve se transformar em atitude de rotina, pois o escutar histórias desenvolve naturalmente um interesse cada vez maior em aprender determinadas historias e reproduzi-Ias oralmente, o professor deve procurar assegurar as crianças o acesso a livros. Agindo como elemento facilitado r e incentivador da criança pela leitura a medida que não se comporta como leitor e sim como expectador das leituras que são reproduzidas pelas crianças.
É conhecendo a criança e o mistério delicioso do seu mundo avaliar todo o valor da literatura em sua formação. As crianças têm um mundo próprio todo seu, povoada de sonhos e fantasias.
A história deve ser contada visando;
• Desenvolver sua imaginação;
·Desenvolver o poder de observação;
·Ampliar as experiências;
·Estabelecer uma ligação interna entre o mundo da fantasia e o da realidade;
Uma história deve ser contada emocionalmente e não simplesmente apresentada em seu enredo. Contar uma história é fazer as crianças sentir-se identificadas com os personagens ..
·Desenvolver o poder de observação;
·Ampliar as experiências;
·Estabelecer uma ligação interna entre o mundo da fantasia e o da realidade;
Uma história deve ser contada emocionalmente e não simplesmente apresentada em seu enredo. Contar uma história é fazer as crianças sentir-se identificadas com os personagens .

FONTE: ABROMOVICH, Fanny. Literatura Infantil: gostosuras e bobice.São Paulo: Scipione, 1995-p.16-24

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário